Smoke on the Water: O incêndio que mudou o rock...


"Frank Zappa pegou sua guitarra – uma Gibson, bastante resistente – e ele quebrou uma grande janela com essa guitarra. Então, um monte de gente começou a fugir por ali." (Claude Nobs)

Não deve existir um só guitarrista que nunca tocou o riff de Smoke on the Water. Simples e grudento, não é necessária muita perícia para reproduzi-lo.
Mas e quanto à letra da música? Fumaça na água, fogo no céu, cassino, Frank Zappa...? O que o Deep Purple fumou para misturar tudo isso em apenas uma composição? O que essa música quer dizer?

Bem, para começar, dizem eles que não fumaram nada! Tanto que quando o baixista Roger Glover sugeriu o título Smoke on the Water, houve certa rejeição da banda, pois acreditavam que o nome poderia servir como forma de apologia às drogas.

Na verdade a música foi inspirada em um grande incêndio ocorrido em 1971. O Deep Purple estava na Suíça, assistindo a um show no cassino de Montreux.
Os caras estavam ali, de boa, curtindo um som maneiro, só esperando acabar a temporada de eventos, pois tinham alugado o local com o objetivo de usá-lo para gravar seu próximo álbum (Machine Head, concluído em 1972).
Os planos foram por água abaixo quando, no último show da temporada, um incêndio destruiu o cassino. E eles estavam lá vendo tudo! Dado o contexto, vamos à letra (para ver o texto original, em inglês, basta passar o mouse por cima do texto).
Jogadores de GTA V sabem o que há por trás de Smoke on the Water.

FUMAÇA SOBRE A ÁGUA
Chegamos todos à Montreux
Na costa do lago Geneva
Para gravarmos com um estúdio móvel
Nós não tínhamos muito tempo

O começo é simples e fala da chegada da banda no cassino.
Então eles já vão direto para o final da história, explicam que a gravação aconteceria em um estúdio móvel, e o tempo para isso seria curto (pois o equipamento era alugado).

Frank Zappa e The Mothers
Estavam no melhor lugar da região
Mas um estúpido com um sinalizador
Colocou o lugar ao chão
Fumaça sobre a água e fogo no céu

Nesse segundo estrofe a letra volta para a ordem cronológica. Nele o Deep Purple explica que enquanto rolava um show do Frank Zappa e sua banda The Mothers, lá dentro do cassino, um estúpido com um sinalizador disparou em direção ao teto.
Construído com um material altamente inflamável, o lugar rapidamente foi tomado pelo fogo.

O refrão “fumaça sobre a água e fogo no céu” dá uma ideia do que podia ser visto pelas pessoas: Um incêndio com altas labaredas e muita fumaça, que refletia sobre a água do lago Geneva, dando a surreal impressão de que o céu pegava fogo e a fumaça ficava em cima da água.

Momento cultura inútil do dia: O nome original da banda de Frank Zappa era Frank Zappa and the Motherfuckers, mas foi censurado pela gravadora.
Jornal da época mostra o maluco que teve a brilhante ideia de atirar com o sinalizador.

Eles queimaram totalmente a casa de jogos
Ela ruiu com um som incrível
Funky Claude corria para lá e para cá
Tirando crianças do local

Nesse momento há uma referência ao proprietário do local, Claude Nobs. O cara estava assistindo ao show também, e não abandonou o navio! Quando o caos começou, ele e Zappa foram os principais responsáveis no resgate de crianças e adolescentes, permitindo que o acidente não tivesse nenhuma vítima. Segundo o próprio Nobs, em cinco minutos o local estava completamente evacuado.

Quando tudo terminou
Tivemos que achar outro lugar
Mas o tempo suíço estava acabando
Pareceu que perderíamos a corrida
Fumaça sobre a água e fogo no céu

A grande preocupação do Deep Purple agora era aonde gravar o famigerado álbum. Além disso, eles tinham pouco tempo, pois o visto suíço estava para acabar, e em breve eles teriam que retornar à terra da rainha.
Imagem do incêndio.

Terminamos no Grand Hotel
Estava frio e vazio
Com o caminhão dos Rolling Stones lá fora
Fazendo nossa música ali
Com algumas luzes vermelhas e camas vazias
Fizemos o lugar transpirar
Não importa o que ganhamos com isso
Sei que jamais esqueceremos
Fumaça sobre a água e fogo no céu

A música se encerra com eles explicando o destino final da banda para poder gravar Machine Head. E esse destino foi um hotel, com poucos hóspedes, chamado Grand Hotel. Lá mesmo improvisaram o equipamento e gravaram o disco.
Lembra que no começo eles citam um estúdio móvel? Pois é, esse estúdio ficava em um caminhão que pertencia aos Rolling Stones e estava alugado pelo Deep Purple. Pararam o caminhão na frente do hotel, e tocaram lá mesmo.
Haviam poucos hóspedes por lá, mas eles ficaram bastante insatisfeitos com a barulheira que rolava dia e noite. Tanto que a polícia vivia batendo na porta do hotel.

E é essa a história por trás de Smoke on the Water. Uma quase tragédia envolvendo o Deep Puple, Frank Zappa, e centenas de pessoas.
Felizmente deu tudo certo, então, uma dose para comemorar!
A história virou até nome de cerveja. Servidos?

Quem usa o Google Plus?

Sobre o Rock em Balboa

Depois de anos de estudo e dedicação à engenharia, percebi que era tudo um grande pé no saco. Joguei as coisas pro ar e fui para a ilha de Balboa (pode procurar no Google, ela existe!). Agora fico deitado na rede e ouço rock o dia todo.

0 comentários :

Postar um comentário